quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Borough Market


Esse LO foi feito para o desafio Back to Basic da revista inglesa Scrap365. Eu conheci essa revista na minha garimpagem por lojas de scrap em Londres. Comprei a última edição como lembrança.


Mas o legal desse desafio foi a proposta de ajudar tanto quem está começando como inspirar aqueles que já fazem. Foi interessante ver como alguns princípios valem para diversas manifestações artísticas, como por exemplo, a regra dos terços. A gente aplica isso nas fotografias e no cinema também.


Eu nunca tinha dado conta que muitos princípios, eu já fazia sem perceber. Acho que vou adquirindo conhecimento através da observação de outras scrappers e aquilo vai acumulando no meu inconsciente de tal forma que no momento em que vou fazer um layout, já sai naturalmente.


Voltar para o meu básico foi voltar a utilizar papelão. Algo que fazia com muita frequência no começo e que sempre adorei o efeito que ele dá. Não sei porque eu fui abandonando essa maneira de fazer scrap.


Usei muita coisa antiga, que comprei lá nos primórdios. Aquela folha que eu olhava e dizia: por que comprei esse papel? É muito feio! Mas, como na vida real, nada que uma boa maquiagem não dê uma repaginada.


Tudo que gosto no scrap está nesse LO: tinta, gesso, papelão, carimbo, distress, flores, renda, pasta de modelagem, chipboard, Silhouette, polaroid e meu amor por Londres! Rá!
A foto foi tirada no Borough Market. Um lugar que te enfeitiça tamanha mistura de cheiros, cores e vontades. Muita coisa orgânica e deliciosa só de ver. Foi bem difícil escolher o que saborear primeiro, o que comer depois. 
Eu não sou chocólatra. Sobrevivo sem até mesmo na fase da TPM, mas, meu bem, foi ali que eu comi um dos melhores chocolates produzido nessa vida! Se por caso, você estiver em Londres e passar por lá guardem esse nome Artisan du chocolat
Fiquei um tempão gastando meu inglês com o vendedor simpático que me ofereceu quase todas iguarias para eu experimentar. O chocolate era de uma leveza que a nuvem mais fofa, se pudesse ser comida, sentira inveja da maciez. Tudo se resume a isso! Achava que essas bolinhas recheadas de caramelos seriam tão doce que virariam meus olhos de ponta cabeça. Mas, gente, quando você dá a primeira mordida, o recheio vai se despetalando, se mistura com a casquinha de choco e vai morrendo lentamente, escorregando para fundo da tua alma! Afe! Fiquem com as fotos desse lugar cheio de delícias frescas e feitas na hora.













Nenhum comentário:

Pin It button on image hover